Vinho fino e vinho de mesa: qual é a diferença?

para entender de vinho, vinho de mesa e vinho fino

É muito difícil alguém que nunca tenha começado suas aventuras pelo mundo dos vinhos e não tenha uma história para contar com Sangue de Boá. Sim, todo mundo já bebeu. Esse ou qualquer um desses vendidos aos garrafões a preços pra lá de atrativos. Mas por que será que eles são tão diferentes (baratos, doces, fáceis de beber)? Acho que essa foi uma das primeiras coisas que eu aprendi. E penso que seja um bom começo pra quem, como eu, está interessado em compreender melhor o que está bebendo.

Pra começar, a uva

Não tem jeito. Como qualquer coisa, o resultado final depende sempre da qualidade do produto que será usado para a sua produção (igual aqueles chefs quando dão entrevistas: o segredo é a qualidade dos produtos que usamos). Com o vinho não é diferente. E nem estamos falando de melhores ou piores uvas. Mas das adequadas.

Acho que todo mundo sabe, mas não custa reforçar: a uva nasce na videira, que pertence ao gênero Vitis. Esse gênero possui mais de 40 espécies. Uma delas é a Vitis vinifera, a uva que produz vinho. São mais de 5000 espécies de vitis vinifera no mundo, como merlot e cabernet sauvignon, por exemplo. Os vinhos feitos com uvas viníferas são os chamados vinhos finos.

Sim, existem outras espécies. Elas são as uvas de mesa (também chamadas americanas), aquelas que encontramos no supermercado para o consumo. São também usadas para a produção de sucos e uva passa.

O rótulo sempre te ajuda

Repare no supermercado. Olhe lá na última prateleira. O que se lê no rótulo das garrafas e garrafões a menos de R$20? Vinho de mesa? Pois é. Todo vinho que leva em seu rótulo “vinho de mesa” é feito com uvas para consumo. Sabe aquelas que a gente compra na feira, tipo Niágara, Isabel. Essas mesmo!! São como sucos de uva alcóolicos, que levam adição de açúcar e são vendidos a preços mais baixos – e acabaram por cair no gosto do brasileiro.

vinho fino e vinho de mesa, qual a diferença entre vinho de mesa e vinho fino
Vinho tinto de mesa e vinho fino – o rótulo sempre vai te ajudar

 

vinho fino, vitis vinifera
Vinho fino – o que importa é a uva com a qual ele é produzido (que deve ser da espécie vitis vinifera)

Por isso é importante observar o rótulo. Ele já te ajuda a entender o potencial de cada vinho: se ele é produzido com uva para a produção de vinho (vitis vinifera) ou uva para o consumo in natura: vinho fino e vinho de mesa, respectivamente. Ainda que haja um vinho de mesa fino no rótulo, fique tranquilo. Ele é produzido 100% com uvas de vitis vinifera.

Quer provar? Faça o teste.

Quer entender de fato a diferença? Faça o teste. Compre dois vinhos. Um “de mesa”, um “fino” e abra as duas garrafas. Coloque os dois tipos de vinhos na sua taça. E observe as diferenças.

Visão

Olhe primeiro. Compare. Veja a diferença entre as cores. Enquanto o vinho fino é mais claro, o de mesa é mais opaco.

Olfato

Sinta os cheiros. O cheiro também é diferente. Preste atenção. Um vinho de mesa tem cheiro de suco de uva. O vinho fino tem aromas mais complexos (perceba que é possível sentir vários aromas diferentes – que remetem também a diferentes sensações).

Paladar

O sabor é muito diferente. Além do açúcar, muito presente no vinho de mesa, perceba quão intenso é o sabor. Repare: o vinho fino, independente de qual ele seja, tem sabores mais variados e delicados.

Por fim, o processo de elaboração do vinho. Não apenas da uva e sua plantação, que requerem maior cuidado quando se trata de vitis vinifera, mas da produção do vinho em si. Há diferenças básicas como tempo em barrica, tempo em garrafa, qualidade dos produtos utilizados. Tudo isso interfere no produto final. E principalmente no preço.

Teste, experimente. Ainda assim gostou mais do primeiro? Mantenha-se nisso. O importante é descobrir aquilo que você gosta e aquilo que você não gosta. Se for na companhia de pessoas queridas, melhor ainda.

The following two tabs change content below.

chris_samira

Produtora de conteúdo desde 2002. Adora listas, chocolate, viajar e da canina Lili, além do Fe, com quem é casada há quatro anos. É especialista em "jogar no Google" e acha que vinho é uma questão de gosto pessoal (até porque não entende nada do assunto - só de beber mesmo). Vive indecisa quanto ao que deve fazer. Mas não acha que isso seja um problema.

Organize sua viagem para Roma com os serviços do Lá em casa tem vinho 

Desde que eu e o Fê viemos para Roma, resolvemos transformar este blog em um espaço em que pudéssemos dividir as nossas experiências. Diariamente, vamos conhecendo a cidade, aprendendo a viver nela e também mostrando aqui para você. E assim, compartilhando o que a gente vê por aqui, queremos fazer da nossa nova casa, a sua também. Além das dicas e de tudo o que postamos aqui no blog, resolvemos também ir atrás de parceiros que podem ajudar a transformar a sua viagem em uma experiência mais tranquila. A partir de agora, o LÁ EM CASA TEM VINHO te ajuda também a organizar a sua viagem para Roma.

E como a gente pode te ajudar a organizar sua viagem para Roma?

Estamos pensando em diversos aspectos. Mas queremos te oferecer possibilidades de buscar todos os produtos e serviços em um só lugar.
  • Você pode buscar a melhor tarifa de hospedagem seu hotel com nosso parceiro Booking.
  • Busca passagens de trem (e viaja de uma cidade a outra) com a nossa parceira RailEurope.
  • Reservar o seu transfer do aeroporto de Fiumicino (Leonardo da Vinci) ou Ciampino ao Termini e do Termini aos aeroportos com a Terravision.
  • Faz a cotação de seu seguro de viagem, obrigatório para quem visita diversos países europeus, signatários do Tratado de Schengen - inclusive a Itália, com o nosso parceiro SegurosPromo.
  • Compra os ingressos de todos os seus passeios antecipadamente, já se programando e evitando filas, com nosso parceiros GetYourGuide.
  • Podemos ainda acompanhar um dia de passeio e fazer fotos de você e seu grupo. Assim, não vai ter aquela história de ficar pedindo para alguém tirar a foto ou ainda sempre ter alguém do grupo que não aparece nas imagens.
  • Desconto para você visitar uma vinícola perto de Roma.
Confira aqui como a gente pode ajudar a organizar a sua viagem a Roma e os serviços que oferecemos.

Deixe uma resposta