Spritz: o drink italiano feito com Aperol

apelo spritz

Hoje é dia de #FeitoEmCasa aqui no blog. Não que seja dia dia, afinal, faz tanto tempo que a gente não escreve que acaba ficando estranho falar que hoje é dia de alguma coisa. Mas estamos recolocando nossa vida no eixo após um período de férias.

Falando em férias, nossas férias vão acabar sendo a nossa bússola para os próximos posts. Vimos tantas coisas… Visitamos muitos lugares legais, comemos super bem, bebemos melhor ainda, visitamos vinícola… Mas vou tentar dar uma variada pra não ficar parecendo que não falamos em nada além dos nossos destinos de férias.

No post de hoje, no entanto, não dá muito pra fugir. Vou falar sobre uma coisa que virou a nova mania do Fe: o Spritz.

Antes de começar a falar sobre o Spritz, volto um pouco no tempo. O Fe adora Campari. Sabe aquela bebida vermelha que tem a propaganda que geralmente tem uma mulher jogando um copo da bebida vermelha na camisa branca do cara? Pois é…

Ela é simplesmente horrível, na minha opinião. Super amarga. Mas ele adora Campari com suco de laranja.

Então… uma outra bebida de gosto similar ao Campari é o Aperol. A gente comprou uma vez e eu nem lembro exatamente o porquê. Eu acho que foi porque eu estava convencida de que ia Aperol num drink chamado Tucano, que tomamos algumas vezes na República Dominicana e que era deliciosamente lindo.

Toucan, drink colorido, Tucano, drink de Punta Cana, drink colorido de Punta Cana
O Tucano. A foto está ruim, mas é só pra ter uma ideia do que eu estou falando

A gente comprou porque queria fazer a bebida, mas nem vai Aperol (vai rum, Curaçao Blue e suco de laranja se não me engano – e fica tricolor – super fofo).

Uma taça de Spritz em Roma

A Itália é conhecida por alguns drinks que são característicos. Tem Rossini (purê de morangos com champagne), Bellini (suco de pêssego com Prosecco), Negroni (Gin, Campari e Vermouth) e tem o Spritz.

Meu já tinha lido que esse era um drink super característico, principalmente no verão. Nos vários guias que li, ele sempre estava lá. Nem preciso dizer que na minha listinha de coisas a fazer estava experimentar um, né? (Claro que logo após tomar gelato e comer pizza).

Mas, por incrível que pareça, demorou quase uma semana pra eu tomar coragem e pedir o meu primeiro. Tanta coisa pra a fazer e beber, vou pedir um drink?

Aí um dia estávamos no Trastevere quando um casal pediu. E eu fiz o mesmo, logo depois. Mas a questão é: o negócio é muito ruim. Mas, de fato, super bonitinho. Me ganhou pelo visual. A questão é: ele é amargo. Não é um drink, como eu chamo, de menina. Não é docinho. Sobrou pro Fe. Que adorou.

Um drink Over 50

Láem Roma, era muito engraçado andar pelo Trastevere à noite e ver a radical diferença nas mesas… Os mais novos tomavam cerveja. Os acima dos 30 até uns 40 e tantos, vinho. E os acima de 50, invariavelmente, Spritz.

Spritz

A receita do Spritz

Já ouvi falarem que o Spritz pode ser feito de duas formas diferentes, mas ambas são super simples:
01. 3 medidas de Prosecco, 2 medidas de Aperol, 1 medida de gin ou água tônica.

02. 2 medidas de Prosecco, 2 medidas de Aperol, 1 medida de gin ou água tônica.

A primeira, claro, fica mais forte e amarga do que a segunda.

Pra mim, não tem jeito, o Spritz é muito amargo. Mas o Fe, como eu disse, adorou. E, claro, no primeiro churrasco que fizemos por aqui, já teve a versão dele.

Spritz versão Fe

 E não primeira balada, teve de novo. Pra quem gosta de Campari, vale experimentar. Pra quem gosta de bebida docinha, peça outra coisa.

The following two tabs change content below.

chris_samira

Produtora de conteúdo desde 2002. Adora listas, chocolate, viajar e da canina Lili, além do Fe, com quem é casada há quatro anos. É especialista em "jogar no Google" e acha que vinho é uma questão de gosto pessoal (até porque não entende nada do assunto - só de beber mesmo). Vive indecisa quanto ao que deve fazer. Mas não acha que isso seja um problema.

Organize sua viagem para Roma com os serviços do Lá em casa tem vinho 

Desde que eu e o Fê viemos para Roma, resolvemos transformar este blog em um espaço em que pudéssemos dividir as nossas experiências. Diariamente, vamos conhecendo a cidade, aprendendo a viver nela e também mostrando aqui para você. E assim, compartilhando o que a gente vê por aqui, queremos fazer da nossa nova casa, a sua também. Além das dicas e de tudo o que postamos aqui no blog, resolvemos também ir atrás de parceiros que podem ajudar a transformar a sua viagem em uma experiência mais tranquila. A partir de agora, o LÁ EM CASA TEM VINHO te ajuda também a organizar a sua viagem para Roma.

E como a gente pode te ajudar a organizar sua viagem para Roma?

Estamos pensando em diversos aspectos. Mas queremos te oferecer possibilidades de buscar todos os produtos e serviços em um só lugar.
  • Você pode buscar a melhor tarifa de hospedagem seu hotel com nosso parceiro Booking.
  • Busca passagens de trem (e viaja de uma cidade a outra) com a nossa parceira RailEurope.
  • Reservar o seu transfer do aeroporto de Fiumicino (Leonardo da Vinci) ou Ciampino ao Termini e do Termini aos aeroportos com a Terravision.
  • Faz a cotação de seu seguro de viagem, obrigatório para quem visita diversos países europeus, signatários do Tratado de Schengen - inclusive a Itália, com o nosso parceiro SegurosPromo.
  • Compra os ingressos de todos os seus passeios antecipadamente, já se programando e evitando filas, com nosso parceiros GetYourGuide.
  • Podemos ainda acompanhar um dia de passeio e fazer fotos de você e seu grupo. Assim, não vai ter aquela história de ficar pedindo para alguém tirar a foto ou ainda sempre ter alguém do grupo que não aparece nas imagens.
  • Desconto para você visitar uma vinícola perto de Roma.
Confira aqui como a gente pode ajudar a organizar a sua viagem a Roma e os serviços que oferecemos.

Deixe uma resposta