Quem escreve

Felipe Zboril, Christiane Zboril, Lá em casa tem vinho, quem escreve lá em casa tem vinho, Lili, lili.alhasa

Somos Christiane e Felipe Zboril. Dois jornalistas paulistanos no auge de nossos 30 e poucos anos. Amamos comer bem (e quando é em casa, ele cozinha, eu lavo a louça), beber vinho (e cerveja) e viajar.

Em nossas viagens, sempre buscamos conhecer a comida local, as bebidas tradicionais e nos inserir na vida das pessoas daquela determinada cidade. Por isso, adoramos a ideia de ficar em um apartamento (apesar de termos começado com essa história bem recentemente).

Somos super urbanos. E gostamos “de estrutura” (como diria o Fê). O que não significa ficar em um hotel cinco estrelas. Mas precisamos de uma cama de verdade, um banheiro com água quente e (uma bela) conexão de internet. Dificilmente você vai ver a gente no meio do mato. Só se for no meio de uma vinícola. Ou em um parque, com a Lili (já iremos falar sobre ela).

Cometemos dois “pecados” como turistas: gostamos de shopping (sempre buscamos um shopping no lugar em que visitamos – é verdade, eu confesso) e de ímã de geladeira (sim, eu dessas).

Na hora da organização da viagem, eu (Chris) planejo os roteiros e dou as indicações. O Fe é responsável pela compra das passagens e escolha do local onde ficar. Sempre funciona assim.

E quem escreve o blog Lá em casa tem vinho?

Somos em dois. A maior parte dos textos, é verdade, é escrita por mim, Chris. Eu dou a geral no blog e faço as fotos. O Fe fica mais na parte de conhecer a cidade, fazer as imagens e editar.

Abaixo, um pouquinho sobre casa um.

Christiane Teixeira Zboril (pela própria)

Eu sou a Christiane (a Chris). Escorpiana, ansiosa, chata, metódica e meio cabeça-dura. Tenho 34 anos e sou a rainha dos projetos.

Adoro organização e fazer listinhas (tenho agenda, Evernote e personal planner – e este só pro blog!). Sou formada em Rádio e TV, pós-graduada em Comunicação Pública, especialista em Marketing Digital – coisa que resolvi estudar recentemente.

Trabalho como jornalista há uma década. Mas hoje em dia prefiro me definir como produtora de conteúdo, acho mais completo. Gosto de escrever, amo chocolate e pizza (olha que perfeito!), e também da Lili, nossa pequena (louca) cachorra. Estou no Instagram, onde conto um pouco das coisas que vejo: @chris_samira. Sou responsável também pelo perfil do LECTV no Instagram @laemcasatemvinho (segue a gente lá, vai?) e o da Lili (@lili.alhasa).

Felipe Zboril (pelo próprio)

Eu sou o Felipe (Fe, pra Chris e Zboril pra maioria). Sou jornalista de rádio e TV, pós-graduado em jornalismo e teorias da comunicação. Tenho 32 anos, casado com a Chris há quatro. Gosto de cozinhar e experimentar vinhos diferentes. Se puder fazer isso em um jantar em casa, melhor ainda. Já tive um blog de vinhos. Era um hobby que acabou virando coisa séria! Resolvi dar um tempo e agora participo do Lá em casa tem vinho junto com a Chris. Atualmente, sou correspondente de uma agência de notícias para rádio e colaborador de uma TV aqui na Itália. Estou no Instagram e no Twitter: @felipezboril.

Nós dois

Eu e o Fe (já assumi sem acento, tá? Não repare!) começamos a namorar durante a faculdade. Somos formados em Comunicação e desde sempre atuamos na área. Nos casamos em 2012. Desde julho de 2016, a casa que dá nome ao blog é a nossa. Ainda que tenha havido uma leve mudança no meio do caminho.

Começamos o blog falando sobre vinho, gastronomia e viagens envolvendo os dois temas. Hoje falamos sobre o mesmo assunto, mas mudamos as viagens por experiências em uma cidade especifica: Roma.

Em fevereiro de 2017, mudamos para Roma, cidade escolhida por vários motivos, mas talvez o mais importante seja porque amamos esse lugar. Sabe aquela coisa de você ir para algum lugar no mundo e se encontrar? E não parar de falar: “eu poderia morar aqui fácil”. Pois é, cá estamos.

Nós três

A Lili entrou na nossa vida em 2010. Era um negocinho micro (que cabia na palma da minha mão!) e preto (muito muito preto!). Quando a gente viaja, ela fica na casa da minha mãe e a gente sente a maior falta. Nosso primeiro mês na Itália foi sem ela (culpa de uma veterinária irresponsável). E ficamos meio malucos com isso.

Felipe Zboril, Christiane Zboril, Lá em casa tem vinho, quem escreve lá em casa tem vinho, Lili, lili.alhasa
Ele, eu e a Lili – que não escreve, mas participa ativamente, mesmo não querendo.

A todo momento, ficávamos falando: “Lili ia adorar isso”. “Lili não ia gostar disso”. “A gente precisa trazer a Lili aqui”. Chegamos a escolher nosso primeiro apartamento só pelo quintal (ela iria adorar!). Só que ela nem aproveitou porque não pôde viajar. Mas depois de muitos problemas, ela está aqui com a gente. E, no final, ela é quem mais aproveita.

lili, quem escreve lá em casa tem vinho