Passaporte europeu para cachorros (agora a Lili tem!)

Depois de trazer seu cachorro para a Itália, o que fazer? Fizemos este post para te contar quais documentos italianos seu pet deve ter e como tirar o passaporte europeu para cachorros. 

A gente já contou por aqui como foi trazer a Lili para a Itália. Nós tivemos que nos programar, cumprir uma série de regras e determinações e, ainda assim, deu bastante coisa errada. Porque não tínhamos qualquer referência.

Foi assim, após quebrarmos a cabeça, após muito choro porque a Lili corria o risco de não poder viajar com a gente por alguns meses, após muita desorientação e muita leitura (e descobertas), resolvemos escrever este post.

Só pra completar a história para quem não leu o post sobre o qual eu falo sobre a vinda da Lili, eu, de fato, tive que voltar para buscá-la sem qualquer necessidade da viagem, do gasto, enfim…

Mas e depois que nós chegamos? 

Bom… aí chegamos, a Lili tinha toda a documentação dela (brasileira para entrar na Europa) bonitinha…  mas e aí? E se quiséssemos viajar com ela? Qual documento precisaríamos apresentar? Nunca tinha lido nada sobre isso. Sobre documentos italianos… Foi aí que li em um grupo uma menina falando sobre a cachorrinha dela que tinha feito uma inscrição na ASL de Roma (o órgão responsável pela saúde, aqui na cidade).

Acho que todo mundo que vem para a Europa tem, em algum lugar da mente, que vai viajar por aí. Afinal, estamos na Europa! Em tese, as passagens são baratas. E as distâncias são definitivamente curtas.

E aí, para completar, nós tínhamos visto uma passagem em promoção e ficamos na dúvida do que deveria ser feito para que a Lili pudesse ir. Foi aí que nos informaram que seria necessário um passaporte.

É aí que entra este post. Afinal, quais documentos um cachorro (ou um gato) que chega na Itália deve ter?

Passaporte europeu para cachorros

Para quem está com cachorro, essa história de viajar, claro, não é tão simples quanto parece… Afinal, ou você vai deixar seu cãozinho em um hotel ou você vai se virar para viajar com ele. O mais difícil a gente já fez, que é trazê-lo até aqui.

E não tem jeito: é preciso um passaporte europeu para cachorros para viajar pela Europa. E para obtê-lo você precisa passar por processo em duas etapas: a primeira é fazer a inscrição (que, em linhas gerais, vai dar uma residência para o seu bichinho). A segunda é pedir o passaporte.

Parte #1 Inscrição na Anagrafe Canina 

A primeira coisa é procurar uma unidade da ASL próxima à região onde você mora (e onde tem residência) para fazer a inscrição na Anagrafe do seu pet.

Em alguns lugares você deverá agendar. Em outros, basta comparecer. Mas se informe quanto aos horários de atendimento. Alguns lugares funcionam apenas pela manhã, alguns funcionam durante o dia todo. Outros têm horários variáveis ao longo da semana. Com a Lili foi assim.

Para fazer a inscrição na Anagrafe canina você deverá:

  • levar cópia e original de todos os documentos que você tirou para o seu cachorro/gato para vir do Brasil para a Itália (CZI, sorologia, comprovante de microchipagem e carteirinha de vacinação);
  • levar cópia e original dos seus documentos (passaporte, tessera sanitaria/codice fiscale);
  • levar comprovante de pagamento de 13 euros referente à inscrição (por meio de transferência bancária). A gente pagou na Poste Italiane (com mais 1,50 euro de taxa).

O animal deve ir porque eles devem fazer a verificação do microchip (ou dos microchips, como é o caso da Lili – o que causa choque em todo veterinário que descobre).

O documento sai na hora. A partir daí, você poderá também emitir o passaporte do seu pet. É possível fazer inscrição e passaporte no mesmo dia (verifique, novamente, se é preciso agendar antes apenas). A única coisa é que você deverá levar todos os documentos no mesmo dia. Caso você não leve, deverá ir em outro dia.

cachorro documentos italianos, passaporte europeu para cachorros

cachorro documentos italianos, inscrição anagrafe canina, passaporte europeu para cachorros

Parte #2 Passaporte 

Inscrição em mãos, é hora de solicitar o passaporte europeu para seu pet.

Para fazer fazer o passaporte, você deverá:

  • levar cópia e original da inscrição na Anagrafe do seu cachorro;
  • levar cópia e original da carteirinha de vacinação com vacina dentro do prazo de validade;
  • levar atestado de boa saúde do seu pet e cópia, emitido por um veterinário em até 48 horas do momento da entrega do documento. O atestado pode ser feito pelo próprio veterinário da ASL (verifique apenas se é necessário agendas antes).
  • comprovante de pagamento de 19 euros para a emissão do passaporte. Ou de 34 euros, caso queira fazer o atestado de boa saúde do seu bichinho. A gente pagou na Poste Italiane (com mais 1,50 euro de taxa).

Novamente, o cachorro/gato deve estar presente para a verificação do microchip. O passaporte fica pronto em 5 dias úteis. E na retirada, claro, não é necessário que o cachorro esteja presente.

No fim, é super simples. Não tem muitas regras (afinal, a pior parte já ficou no Brasil).

Dá pra fazer tudo no mesmo dia?

Dá, sim. A gente acabou fazendo em dois dias diferentes porque a taxa de passaporte + consulta não estava paga quando fomos a primeira vez (eles não adiantam que é possível fazer tudo junto). Mas certifique-se de levar todos os documentos (e cópias) e já os comprovantes de pagamento. Lembrando sempre de certificar-se de que não é preciso agendar. Se for preciso, tente um dia em que seja possível agendar tudo junto.

Mas, no fim, foi super rápido. Não teve qualquer espera. Mas fomos em um lugar bem distantinho (mas bem bonito também, cheio de street art). Depois acabei descobrindo que tem um ônibus super rápido que me deixa lá em menos de 15 minutos (no dia em que fui buscar o passaporte descobri isso).

cachorro documentos italianos

cachorro documentos italianos

cachorro documentos italianos

cachorro documentos italianos

Até a consulta foi super simples porque o veterinário já tinha conhecido a Lili no dia anterior e já tinha feito a leitura dos microchips dela. E foi fácil lembrar da cachorra com dois microchips… Foi até engraçado: “Mas ela não é a cachorra dos dois microchips? Ela está ótima!”, falou ele com todo aquele jeitão italiano.

Agora, desde que você mantenha a vacinação em dia (e sem atrasar um diazinho), e manter o passaporte atualizado, seu bichinho pode viajar para qualquer lugar da Europa com esse passaporte.

cachorro documentos italianos, passaporte europeu para cachorros
Bonitinho por fora, mas por dentro é todo escrito a mão… é até engraçado…

Se quiser mais informações, o site da região de Lazio fala sobre isso. (inclusive sobre o que você deve fazer se adotar um novo bichinho por aqui).

passaporte europeu para cachorros

The following two tabs change content below.

chris_samira

Produtora de conteúdo desde 2002. Adora listas, chocolate, viajar e da canina Lili, além do Fe, com quem é casada há quatro anos. É especialista em "jogar no Google" e acha que vinho é uma questão de gosto pessoal (até porque não entende nada do assunto - só de beber mesmo). Vive indecisa quanto ao que deve fazer. Mas não acha que isso seja um problema.

Organize sua viagem para Roma com os serviços do Lá em casa tem vinho 

Desde que eu e o Fê viemos para Roma, resolvemos transformar este blog em um espaço em que pudéssemos dividir as nossas experiências. Diariamente, vamos conhecendo a cidade, aprendendo a viver nela e também mostrando aqui para você. E assim, compartilhando o que a gente vê por aqui, queremos fazer da nossa nova casa, a sua também. Além das dicas e de tudo o que postamos aqui no blog, resolvemos também ir atrás de parceiros que podem ajudar a transformar a sua viagem em uma experiência mais tranquila. A partir de agora, o LÁ EM CASA TEM VINHO te ajuda também a organizar a sua viagem para Roma.

E como a gente pode te ajudar a organizar sua viagem para Roma?

Estamos pensando em diversos aspectos. Mas queremos te oferecer possibilidades de buscar todos os produtos e serviços em um só lugar.
  • Você pode buscar a melhor tarifa de hospedagem seu hotel com nosso parceiro Booking.
  • Busca passagens de trem (e viaja de uma cidade a outra) com a nossa parceira RailEurope.
  • Reservar o seu transfer do aeroporto de Fiumicino (Leonardo da Vinci) ou Ciampino ao Termini e do Termini aos aeroportos com a Terravision.
  • Faz a cotação de seu seguro de viagem, obrigatório para quem visita diversos países europeus, signatários do Tratado de Schengen - inclusive a Itália, com o nosso parceiro SegurosPromo.
  • Compra os ingressos de todos os seus passeios antecipadamente, já se programando e evitando filas, com nosso parceiros GetYourGuide.
  • Podemos ainda acompanhar um dia de passeio e fazer fotos de você e seu grupo. Assim, não vai ter aquela história de ficar pedindo para alguém tirar a foto ou ainda sempre ter alguém do grupo que não aparece nas imagens.
  • Desconto para você visitar uma vinícola perto de Roma.
Confira aqui como a gente pode ajudar a organizar a sua viagem a Roma e os serviços que oferecemos.

2 Replies to “Passaporte europeu para cachorros (agora a Lili tem!)”

  1. hahaha! Voces estao italianos demais hein!!
    Até a Lili com passaporte Italiano! Muito bom!
    Logo mais estaremos aí e quero conhecer a Lili 🙂
    otimo texto!
    Um abraco,
    Fabiano

    1. chris_samira says: Responder

      Lili já é a mais adaptada de todos nós… A gente nem conseguiu finalizar a nossa carta d’identità ainda e ela já tem todos os documentos… rsrs

      Obrigada pela visita!

      Abraços,
      Christiane e Felipe

Deixe uma resposta