Onde comer no Trastevere

onde comer no Trastevere, Trastevere, laemcasatemvinho, lá em casa tem vinho

O Trastevere é um bairro super boêmio em Roma. E é lotado de opções gastronômicas. Por isso, resolvemos fazer uma relação aqui de lugares já visitados por nós dois nos últimos tempos. Assim, a gente “ganha” um diário, o que facilita a nossa vida na hora de definir onde comer no Trastevere e você aproveita e vê como foi nossa experiência. Quem sabe não te ajuda quando você for escolher um restaurante?

Onde comer no Trastevere

Onde comer na região é um problema e uma solução também. Isso porque são muitas as opções.

Tem desde as mais econômicas até as mais caras. Há bares, com aperitivo; tratorias; restaurantes; sanduicherias; gelaterias; cafés… Tem engraçadinha, tem tradicional, tem bagunçada, tem arrumadinha… enfim, tem de tudo.

restaurantes no Trastevere
Detalhe da entrada de um dos vários restaurantes do Trastevere (não é a cara do Jacquin?)

Fato é que a gente decide sempre na sorte. E acertamos algumas vezes e erramos outras (ok, erramos mais do que acertamos). Talvez por ser muito turístico, tem muitas opções mais ou menos, mas, no fim, nenhuma comida é horrorosa (exceto o supplì da Pizza Trilussa talvez – o que foi compensado pela pizza al taglio), mas não é tão bom.

Segue aqui uma lista do que a gente já pesquisou e provou em algum momento (a gente vai provando e vai completando aqui, ok?). Sem qualquer ordem definida, só o que a gente foi lembrando.

#1 Carlo Menta

Via della Lungaretta, 101. O restaurante está sempre lotado, mas a comida é boazinha e barata. Tem menu turístico (que custa em torno de 10 euros, mudando conforme o horário, se é almoço ou jantar) e à la carte.

Experimentamos a bruschetta (que veio pela metade no menu turístico), pizza (que é da redonda, grandona, porém individual – e com preços que começam em 4 euros, se não me engano), vitela (ok, segundo o Fe), gnochetti al pesto (era bom, não maravilhoso) e algumas coisinhas mais.

gnochetti al pesto, Carlo Menta, onde comer no Trastevere
O tal do gnochetti al pesto. Vi uma pessoa comendo no dia anterior e fiquei com tanta vontade que voltei no dia seguinte. Mas era mais ou menos.

O preço é muito bom, por isso atrai tanta gente. Não é o melhor restaurante de Roma, mas cumpre o que promete.

#2 La Prosciutteria 

Via della Scala, 71. Falamos sobre esse restaurante no ano passado aqui no blog.

la prosciutteria, onde comer no Trastevere
A entrada do restaurante, com esse simpático porquinho (ai, que dó)

Ele serve diversos sanduíches, dentre eles a porchetta, um prato tipicamente romano, feito com carne de porco. A porchetta deles é bem meia boca.

porchetta, onde comer no Trastevere

Achei muito seca. Há lugares melhores e bem mais baratos. Ah! E o atendimento não é lá essas coisas. Mas os outros sanduíches são gostosos. E a cerveja estava bem gelada (mesmo no alto verão).

#3 Old Bridge Gelateria

Via della Scala, 70. É a sorveteria preferida do Fe. Mais pelo atendimento (os caras são muito legais e simpáticos – e se lembraram da gente cinco meses depois!!!) do que pelo sorvete em si (mas é gostoso). A Old Bridge, hoje em dia, é uma rede de franquias. A original está na Viale Bastioni di Michelangelo, ao lado da Piazza del Risorgimento (próximo ao Vaticano – um dos donos, aliás, é casado com uma brasileira). De qualquer forma, eles que fazem o sorvete, na salinha ao lado. O valor é o básico: 2,50 pelo sorvete de duas bolas (casquinha ou copinho – cono ou copetta). Ah! Ao contrário da maior parte das sorveterias daqui, o cone deles é muito bom (para quem gosta da casquinha – eu amo! – vale a pena).

#4 Cave Canem Trattoria

Piazza di San Callisto, 11. Tomamos um vinho e comemos uma bruschetta (deliciosa e gigantesca) cada um.

bruschetta, onde comer no Trastevere, Cave Canem
A bruschetta de parmesão e tomate cereja

Menos de 5 euros cada uma.

#5 Bar San Calisto

Piazza di San Calisto, 4. Lugar lotado,mas a cerveja mais barata que encontramos no Trastevere, o que fez com que voltássemos algumas vezes. E sempre estava gelada.

bar Calisto, Trastevere, onde comer no Trastevere
O bar San Calisto, que fica na praça homônima: ótimo para tomar cerveja gelada e barata (mas está sempre lotado)

Para comer, não lembro de nada.

#6 Ombre Rosse

Piazza di San Egidio, 12. Se não for em horários alternativos, vai ter que esperar um pouco para conseguir lugar. Mas a espera vale a pena. Comi uma pizza e o Fe pediu um hambúrguer.

Ombre Rosse, o que comer no Trastevere
A minha pizza margherita, que estava deliciosa (e, pelo que me lembre, a faca – problema na maioria dos restaurantes de Roma – cortava.
ombre rosse, onde comer no Trastevere
Olha que lindo o hambúrguer. Principalmente depois de uma maratona de dias comendo massa, um hambúrguer vai bem.

Ambos estavam muito bons. Não é dos lugares mais baratos, mas vale a pena. E tem música ao vivo no fim de semana. Ótimo lugar para ficar observando o povo passar. Pelo TripAdvisor, é o #64 de mais de 9000. Está bom, né?

#7 I Dolci di Checco er Carretiere 

Via Benedetta, 10. Tem um café e uma sorveteria ao lado. Lugar simples, mas com preço ok para tomar café.

I dolci di Checco, onde comer no Trastevere
Café espresso: dois dedos (magros) de café por cerca de 1 euro.

O sorvete tem o preço básico: 2,50 para duas bolas. Sorvete ok.

I dolci di Checco, onde comer no Trastevere, gelato em Roma,
O sorvete do Checco. Sinceramente, nada demais.

Os reviews do TripAdvisor para o restaurante são excelentes. Quando a gente provar, escrevo aqui.

#8 Pizza Trilussa

Piazza Trilussa, 42. O lugar serve pizza al taglio, aquelas pizzas retangulares que são vendidas ao peso e os fritos (supplì, arancini, essas coisas). Experimentamos, por indicação do atendente (super simpático), a especialidade da casa, Cacio e Pepe (molho tipicamente romano, que leva queijo pecorino, pimenta e parmesão – muuuuito boa, massa crocante, apesar de não ser tão fininha – mas também se for, não dá pra comer na mão, de pedaço) e Carbonara (não tão bom quanto o anterior). Esqueça o supplì (ele é grande e requentado, melhor pedir uma porção em algum bar). Valores: supplì 1,50; a pizza deu uns 3 euros dois pedaços pequenos.

#9 La Scaletta

Via della Scala, 8. Um restaurante bonitinho, mas com atendimento péssimo e comida mais ou menos. A água é paga (custa 2 euros), o vinho da casa é ok (8 euros por 1L), a pizza Margherita é ok. Os talheres são o pior: a faca simplesmente não corta! Mas o preço é bom.

#10 Bar della Paglia

Via della Paglia, 6. Foi o pior que a gente já foi. Deu até raiva. Comida cara (e pouca). Gastamos 29 euros (!) em uma tábua ridiculamente pequena de frios e cerveja. Garçonete simpática brasileira, que está na Itália há mais de 10 anos. Só. Não iria novamente.

#11 Pizzarius

Piazza di Sant’Apollonia, 7. Tem sanduíches lindoooos, que custam de 5 a 10 euros e são deliciosos. E grandes. Esse vale muito a pena.

Piazzarius, onde comer no Trastevere,
Os sanduíches da Pizzarius são deliciosos. E custam entre 5 e 7 euros.

Não experimentamos a pizza.

#12 Birreria Trilussa

Via Benedetta, 19. O melhor supplì que comi até agora (o arancini também é delicioso).

Birreria Trilussa, supplì, onde comer no Trastevere
Simplesmente o melhor supplì que eu comi até agora.

Cerveja gelada e atendimento bom. Mas é cheinho.

#13 Antilia Pub

Via della Scala, 1. Equipe super simpática, que tentou de qualquer forma permitir com que pudéssemos assistir à partida da Champions, mas, mesmo com todo esforço, não conseguiram (tivemos que ver pelo celular mesmo).

onde comer no Trastevere, Antilia Pub
A intenção foi boa, mas eles não conseguiram fazer a TV transmitir o jogo

Toda bebida vem acompanhada por petiscos, que podem ser salgadinhos, azeitonas e amendoins. A partir das 21h, eles tiram as mesas e cadeiras do centro do espaço (que e bastante apertado) para dar espaço para a galera que chega para ouvir música (vira meio que uma micro balada).

#14 Bar del Prado

Piazza di Santa Rufina, 24. Tomamos ali nosso primeiro Aperol Spritz, que eu, por sinal, acho lindo, mas amargo demais.

apelo spritz, onde comer no Trastevere
Meu primeiro (e último) Aperol Spritz. Amargo demais.

#15 La Tana di Noantri

Via della Paglia, 1/3. O restaurante é bem grande, tem dois andares, mas sempre as mesas de fora estão lotadas. Pedimos pizza e ela veio servida em uma tábua individual. Não é redonda, ela é meio ovalada. Li que é uma nova moda aqui em Roma (aliás, já vi vários lugares servindo assim). É a tal da pinsa, uma variação da pizza, que dizem, deriva de uma tradição culinária da Roma Antiga. Ela é mais leve. Eu pedi uma pizza (ou pinsa) vegetariana (com queijo, abobrinha e berinjela, que estava maravilhosa). E o Fe pediu uma Cacio e Pepe (que vem sem molho! – não lembrávamos disso). Pena que não tirei foto (a fome era muita, nem pensei). Esse vale a pena.

Obs.: Essa lista está sendo ampliada de acordo com as nossas experiências. Fique de olho, sempre pode ter atualizações. Os preços foram pesquisados em março de 2017.

The following two tabs change content below.

chris_samira

Produtora de conteúdo desde 2002. Adora listas, chocolate, viajar e da canina Lili, além do Fe, com quem é casada há quatro anos. É especialista em "jogar no Google" e acha que vinho é uma questão de gosto pessoal (até porque não entende nada do assunto - só de beber mesmo). Vive indecisa quanto ao que deve fazer. Mas não acha que isso seja um problema.

Organize sua viagem para Roma com os serviços do Lá em casa tem vinho 

Desde que eu e o Fê viemos para Roma, resolvemos transformar este blog em um espaço em que pudéssemos dividir as nossas experiências. Diariamente, vamos conhecendo a cidade, aprendendo a viver nela e também mostrando aqui para você. E assim, compartilhando o que a gente vê por aqui, queremos fazer da nossa nova casa, a sua também. Além das dicas e de tudo o que postamos aqui no blog, resolvemos também ir atrás de parceiros que podem ajudar a transformar a sua viagem em uma experiência mais tranquila. A partir de agora, o LÁ EM CASA TEM VINHO te ajuda também a organizar a sua viagem para Roma.

E como a gente pode te ajudar a organizar sua viagem para Roma?

Estamos pensando em diversos aspectos. Mas queremos te oferecer possibilidades de buscar todos os produtos e serviços em um só lugar.
  • Você pode buscar a melhor tarifa de hospedagem seu hotel com nosso parceiro Booking.
  • Busca passagens de trem (e viaja de uma cidade a outra) com a nossa parceira RailEurope.
  • Reservar o seu transfer do aeroporto de Fiumicino (Leonardo da Vinci) ou Ciampino ao Termini e do Termini aos aeroportos com a Terravision.
  • Faz a cotação de seu seguro de viagem, obrigatório para quem visita diversos países europeus, signatários do Tratado de Schengen - inclusive a Itália, com o nosso parceiro SegurosPromo.
  • Compra os ingressos de todos os seus passeios antecipadamente, já se programando e evitando filas, com nosso parceiros GetYourGuide.
  • Podemos ainda acompanhar um dia de passeio e fazer fotos de você e seu grupo. Assim, não vai ter aquela história de ficar pedindo para alguém tirar a foto ou ainda sempre ter alguém do grupo que não aparece nas imagens.
  • Desconto para você visitar uma vinícola perto de Roma.
Confira aqui como a gente pode ajudar a organizar a sua viagem a Roma e os serviços que oferecemos.

Deixe uma resposta