Como é o transporte público em Roma

transporte em Roma

Roma é uma cidade que possui uma razoável quantidade de opções de transporte público. Não é nenhuma Paris, mas funciona até que bem. Ao todo, são quatro opções principais para se locomover dentro da cidade: metrô, trem, tram e ônibus.

A gente mostra aqui como é o transporte público em Roma.

Antes de começar já falo: cachorro pode andar com o dono e nem precisa de caixinha. Lili já está super adaptada. E já fez até amiguinhos no metrô.

lili no metro

Em um dos nossos primeiros posts, já morando por aqui, tinha comentado sobre o transporte. Mas resolvemos mostrar um pouco mais detalhado.

como é o transporte público em Roma,
O mapa do transporte público em Roma.

Os tipos de transporte mais usados na comune de Roma

#1 Metrô

São três linhas: A, B e C, que param na maior parte dos principais pontos turísticos (para ir a alguns outros, será preciso ou combinar transportes ou bater perna mesmo). A linha C é a mais nova e ainda está em construção. As estações são sujas e pichadas, assim como os vagões. Mas funciona direitinho, tem ar condicionado no verão, o que é fundamental. Os paineis informam o tempo estimado de chegada do próximo trem. Dentro do trem, é possível verificar nos letreiros o nome da próxima estação e o destino. Na linha B, tem até uma mocinha que conversa com os passageiros: em italiano e em inglês. A linha C ainda não faz conexão com a linha A, mas isso deve acontecer até o final de 2017. Ela é super moderna.

metrô de Roma, linha A do metrô de Roma, como é o transporte público em Roma
A situação do metrô… todo pichado…

#2 Trem

A rede ferroviária de Roma é ampla até. Aqui existem algumas estações principais que te levam para diversas outras cidades próximas, como as estações Trastevere, Ostiense e Tiburtina. A maior estação é Termini, de onde partem os trens para as grandes cidades italianas, como Milão e Veneza. Pegar é um pouco mais complicadinho porque não existem tantas explicações. Já ficamos perdidos algumas vezes, mas, no final, sempre deu certo. Observe sempre a direção do trem e o binário. Os horários são realmente precisos. E não esqueça nunca de validar o ticket. Se um fiscal passar e você não estiver com o bilhete em mãos, pode pagar uma multa pesada.

#3 Tram

São aqueles bondinhos que passam sobre trilhos pela cidade. Acho o mais interessante. Tem ar condicionado, está sempre lotado de turistas, mas, se não for horário de pico, dá pra sentar. Os que mais usamos foram o 8, que vai para o Trastevere, e o 3, que para em frente ao Coliseu. O 2 também é bonitinho. Nos demais, nunca andamos.

#4 Ônibus

É o que eu menos gosto porque é muuuuito lotado e sempre (sempre, sempre, sempre) pega trânsito. Mas em alguns momentos é nossa única opção.

Os tipos de passes usados em Roma

Todos os bilhetes devem ser comprados antes do uso do transporte, já que não é possível comprar dentro do ônibus ou do tram, por exemplo. Em relação ao trem e ao metrô, existem máquinas nas estações. Basicamente são de quatro tipos:

#1 BIT (bilhete integrado)

Ele dura 100 minutos, a partir da primeira validação, mas você pode usar ônibus e tram ilimitado e apenas uma vez o metrô. Custa €1,50.

No caso do metrô, a catraca irá engoli-lo e depois soltá-lo. Aguarde o retorno do bilhete porque ele ainda tem validade. Além do mais, alguém pode solicita-lo (ele serve como comprovante).

No ônibus e tram, coloque o bilhete no espaço reservado nas máquinas validadoras. Elas também engolem o bilhete e devolvem.

#2 Roma 24/48/72 horas

Ele dura 24, 48 ou 72 horas, a partir da primeira validação, mas o uso é ilimitado para trem, ônibus, metrô e tram. Custa €7 (o passe de 24 horas), €12,50 (o passe de 48 horas) e €18 (o passe de 72 horas). A forma de uso é a mesma do bilhete unitário.

 #3 CIS (bilhete semanal)

Ele dura sete dias, a partir da data da primeira validação. Também tem uso ilimitado. É bom para quem vai ficar um tempo maior na cidade e usará bastante o transporte publico. Custa €24. A forma de uso é a mesma dos dois anteriores.

#4 Cartão de uso mensal (abbonamento mensile)

Ele é recarregável e dura o mês todo, independentemente da data em que você comprar (por exemplo, quando eu cheguei em fevereiro, estávamos já no dia 13. Ele durou do dia 13 ao dia 28 de fevereiro apenas). Ao comprar, você deverá apresentar o seu passaporte para que ele seja registrado. No verso, colocará seu nome e data de nascimento. O nosso é de um modelo que eles chamam de èRoma.

como é o transporte público em roma, èRoma
O cartão èRoma. A gente faz a recarga mensal.

Mas há um outro modelo, personalizado (com todos os seus dados), e que ainda dá descontos em algumas coisas, o Metrebus Card Red. A recarga mensal custa €35. Quando você comprar a primeira vez, haverá um custo adicional de €3 .

É possível ainda pagar a recarga anual, no valor de €250 (um belo desconto! E que fica ainda maior caso outras pessoas da sua família façam também).

Dá direito a uso ilimitado de trem, ônibus, tram e metrô na região da comuna de Roma. Não se esqueça de guardar o recibo da compra mensal. Ele é super importante, principalmente quando você usa o trem (já pediram pra gente  e tivemos que apresentá-lo). Tire, também, uma foto. Nunca se sabe quanto a impressão desses papeis irá durar. Ah! E todo dia 1º é dia de recarga, se você optar pela opção mensal.

#5 Roma Pass

Um cartão feito para turistas. Ele dá direito a visitar um (para o passe de 48 horas) ou dois museus (para o passe de 72 horas), sem pegar fila, além de oferecer descontos nos demais. Você ainda pode usar ilimitadamente o transporte pela cidade (ônibus, tram e metrô). Custo: €28 e €38,50, respectivamente. Os Museus Vaticanos não estão inclusos.

Como definir qual comprar?

A dica é verificar quanto tempo você estará na cidade e onde está hospedado. Faça uma conta por cima de quanto imagina que gastará. Por exemplo: 3 bilhetes por dia x€1,50 =€4,50. Em dois dias (48 horas), você gastará€9. O valor do passe de 48 horas é de €12. A vantagem é não ter a preocupação de comprar novos passes? Se vale a pena ou não cabe a cada um.

A mesma coisa vale para o Roma Pass. Digamos que você queira visitar o Coliseu. O ingresso custa€12 (com visita ao Palatino e Foro Romano incluso). Digamos que você use os mesmo três bilhetes de transporte por dia:€28. Mas ele te dará desconto para as entradas adquiridas em outros museus. Se você quiser ir ao Castelo Sant’Angelo (onde você encontra uma das mais incríveis vistas de Roma).

Onde comprar os bilhetes?

Os bilhetes unitários são facilmente encontrados em qualquer estação de metrô. É possível comprar também os de duração maior, como os de 24/48/72 horas e de uma semana.

Quanto aos cartões mensais (tanto o èRoma como o Metrebus Card Red) você deve comprar em uma tabacaria (tabaccheria ou tabacchi), um local como se fosse uma conveniência, onde vende cigarro e até trocam bateria de relógio. Tem em tudo quanto é lugar pela cidade. Há ainda bancas de jornal que vendem também.

E se eu perder o meu bilhete ou o comprovante do pagamento?

Se você perder o bilhete em papel, não tem muito o que fazer, a não ser comprar outro. Para quem comprou a recarga mensal ou anual, basta se dirigir a uma das unidades informadas no site da ATAC, a empresa que cuida do transporte público de Roma, e pedir uma nova via. Há uma taxa, mas dá certo (por isso é legal o cadastro). Se você perder o comprovante de pagamento (scontrino), peça a segunda via nas mesmas unidades. É gratuito.

Horário de funcionamento

Metrô

Funciona das 05h30 até às 23h30, de domingo a quinta-feira. Nas sextas e sábados, o metrô vai até 01h30.

Ônibus

Funcionam das 05h30 até meia-noite. Mas há alguns que são noturnos e vão madrugada adentro.

Informação adicional

Exceto pelo metrô, em que você é obrigado a colocar o bilhete ou fazer a leitura do cartão para passar pela catraca, nenhum outro meio de transporte vai te exigir o uso do bilhete, mas fica no seu bom senso. Não tem cobrador, não tem como pagar lá dentro, nada disso. Por isso, atenção. Se você for abordado por um fiscal e não tiver o bilhete, pode pagar uma multa altinha.

Como é o transporte público em Roma (o vídeo) 

No vídeo de hoje, a gente mostra como funcionam os quatro principais tipos de transporte público em Roma e fala um pouco sobre o bilhetes e as formas de adquiri-los.

Para informações adicionais, consulte o site da Atac. O Roma Pass é também uma forma de se locomover em Roma, mas como ele tem várias funcionalidades, fica para um outro post.

The following two tabs change content below.

chris_samira

Produtora de conteúdo desde 2002. Adora listas, chocolate, viajar e da canina Lili, além do Fe, com quem é casada há quatro anos. É especialista em "jogar no Google" e acha que vinho é uma questão de gosto pessoal (até porque não entende nada do assunto - só de beber mesmo). Vive indecisa quanto ao que deve fazer. Mas não acha que isso seja um problema.

Organize sua viagem para Roma com os serviços do Lá em casa tem vinho 

Desde que eu e o Fê viemos para Roma, resolvemos transformar este blog em um espaço em que pudéssemos dividir as nossas experiências. Diariamente, vamos conhecendo a cidade, aprendendo a viver nela e também mostrando aqui para você. E assim, compartilhando o que a gente vê por aqui, queremos fazer da nossa nova casa, a sua também. Além das dicas e de tudo o que postamos aqui no blog, resolvemos também ir atrás de parceiros que podem ajudar a transformar a sua viagem em uma experiência mais tranquila. A partir de agora, o LÁ EM CASA TEM VINHO te ajuda também a organizar a sua viagem para Roma.

E como a gente pode te ajudar a organizar sua viagem para Roma?

Estamos pensando em diversos aspectos. Mas queremos te oferecer possibilidades de buscar todos os produtos e serviços em um só lugar.
  • Você pode buscar a melhor tarifa de hospedagem seu hotel com nosso parceiro Booking.
  • Busca passagens de trem (e viaja de uma cidade a outra) com a nossa parceira RailEurope.
  • Reservar o seu transfer do aeroporto de Fiumicino (Leonardo da Vinci) ou Ciampino ao Termini e do Termini aos aeroportos com a Terravision.
  • Faz a cotação de seu seguro de viagem, obrigatório para quem visita diversos países europeus, signatários do Tratado de Schengen - inclusive a Itália, com o nosso parceiro SegurosPromo.
  • Compra os ingressos de todos os seus passeios antecipadamente, já se programando e evitando filas, com nosso parceiros GetYourGuide.
  • Podemos ainda acompanhar um dia de passeio e fazer fotos de você e seu grupo. Assim, não vai ter aquela história de ficar pedindo para alguém tirar a foto ou ainda sempre ter alguém do grupo que não aparece nas imagens.
  • Desconto para você visitar uma vinícola perto de Roma.
Confira aqui como a gente pode ajudar a organizar a sua viagem a Roma e os serviços que oferecemos.

Deixe uma resposta