Como é a Piazza del Popolo

piazza del popolo, roma

A Piazza del Popolo é uma das praças mais impressionantes de Roma, na minha opinião. Eu já tinha mencionado em um outro post, sobre 5 lugares para visitar em Roma (sem gastar), o quanto ela é incrível.

Ela está dentro da cidade murada ( Muralha Aureliana) e começa logo após a Porta del Popolo, uma porta construída no século XVI (no lugar de outra que existia séculos antes). O local servia como entrada para cidade de Roma, onde inspetores da alfândega revistavam bagagens e barravam visitantes.

O nome anterior era Porta Flamínia, exatamente por ficar em frente à via Flaminia (de onde sai a linha 2 do tram), uma estrada construída em 220 a.C., para ligar Roma à costa adriática italiana. Hoje em dia, a Porta antiga ainda existe, fica a cerca de 1,5m abaixo do solo. Isso porque, como as cheias do Tibre eram muito fortes, várias das construções antigas ficaram abaixo do nível atual do solo.

No centro da praça, um obelisco com mais de 3 mil anos, vindo do Egito, e colocado ali no século XVI. O Obelisco Flaminio chegou a Roma no século I antes de Cristo, sendo o mais antigo de Roma. Com 24 metros, é o segundo mais alto da cidade. O maior fica no Vaticano, com 40m.

Nos séculos XVIII e XIX, a praça era palco de execuções públicas.

As igrejas

Logo na entrada da praça, em frente ao portão, fica a basilica de Santa Maria del Popolo, igreja construída no século XV. Lá se encontram duas importantes obras de Caravaggio: “A conversão de São Paulo” e “A crucificação de São Pedro”. Apesar de ser a mais antiga, hoje em dia ela fica quase que esquecida em um canto lateral.

Ao sul, a praça ainda possui duas igrejas gêmeas, a de Santa Maria in Montesanto e a Santa Maria dei Miracoli, que está atualmente em reforma.

Ua coisa interessante é que as igrejas foram construídas com um pedido especial: que elas fizessem com que o obelisco se tornasse o ponto central da praça. Acontece que as igrejas estão margeadas por três ruas: a via del Corso (central), a via di Ripetta (esquerda) e a via del Babuino (direita). E como o espaço entre as ruas que as margeiam era diferente, o o arquiteto Carlo Rainaldi, responsável pelo projeto, fez com que as igrejas tivessem abóbodas diferentes. A igreja de Santa Maria dei Miracoli (direita) ficou com a abobada circular. A igreja de Santa Maria in Montesanto ficou com a abóboda oval.

A avenida Paulista de Roma

Hoje em dia, a Piazza del Popolo é palco das grandes manifestações romanas e também de festa populares. Muitos turistas ficam pelo local, passeando ou simplesmente sentados nas escadas do obelisco central. Para complementar, ambulantes vendem de tudo: de pau de selfie (aos montes!) a bolinha de sabão. Ah! E sempre querem te dar flores. É bem irritante, na verdade. Mas releve que tudo dá certo.

O que tem ao redor

Ali pode ser um bom começo para uma bela caminhada. Piazza di Spagna, via del Corso, Monumento a Vittorio Emanuele e Piazza Venezia estão ali por perto. Se quiser aproveitar a vista, suba as escadas laterais até o Monte Pincio (dizem que a vista é linda – ainda conto por aqui). Por fim, aproveite para dar um pulinho na via dei Condotti, a Oscar Freire romana. E, se passar na via del Balbuino, pare na Gelateria Dei Gracchi. O sorvete é ótimo!

Como chegar

Pela Piazza Venezia, vá andando pela via del Corso até o final. De metrô, pegue a linha A e pare na estação Flaminia. Você descerá em frente à Porta del Popolo.

Como é a Piazza del Popolo (o vídeo)

No video de hoje, a gente faz um passeio por essa que é uma das mais importantes praças de Roma e ainda leva a Lili – pra ganhar um pouco mais de fofura.

Como chegar

Pela Piazza Venezia, vá andando pela via del Corso até o final. De metrô, pegue a linha A e pare na estação Flaminia. Você descerá em frente à Porta del Popolo.

The following two tabs change content below.

chris_samira

Produtora de conteúdo desde 2002. Adora listas, chocolate, viajar e da canina Lili, além do Fe, com quem é casada há quatro anos. É especialista em "jogar no Google" e acha que vinho é uma questão de gosto pessoal (até porque não entende nada do assunto - só de beber mesmo). Vive indecisa quanto ao que deve fazer. Mas não acha que isso seja um problema.

Organize sua viagem para Roma com os serviços do Lá em casa tem vinho 

Desde que eu e o Fê viemos para Roma, resolvemos transformar este blog em um espaço em que pudéssemos dividir as nossas experiências. Diariamente, vamos conhecendo a cidade, aprendendo a viver nela e também mostrando aqui para você. E assim, compartilhando o que a gente vê por aqui, queremos fazer da nossa nova casa, a sua também. Além das dicas e de tudo o que postamos aqui no blog, resolvemos também ir atrás de parceiros que podem ajudar a transformar a sua viagem em uma experiência mais tranquila. A partir de agora, o LÁ EM CASA TEM VINHO te ajuda também a organizar a sua viagem para Roma.

E como a gente pode te ajudar a organizar sua viagem para Roma?

Estamos pensando em diversos aspectos. Mas queremos te oferecer possibilidades de buscar todos os produtos e serviços em um só lugar.
  • Você pode buscar a melhor tarifa de hospedagem seu hotel com nosso parceiro Booking.
  • Busca passagens de trem (e viaja de uma cidade a outra) com a nossa parceira RailEurope.
  • Reservar o seu transfer do aeroporto de Fiumicino (Leonardo da Vinci) ou Ciampino ao Termini e do Termini aos aeroportos com a Terravision.
  • Faz a cotação de seu seguro de viagem, obrigatório para quem visita diversos países europeus, signatários do Tratado de Schengen - inclusive a Itália, com o nosso parceiro SegurosPromo.
  • Compra os ingressos de todos os seus passeios antecipadamente, já se programando e evitando filas, com nosso parceiros GetYourGuide.
  • Podemos ainda acompanhar um dia de passeio e fazer fotos de você e seu grupo. Assim, não vai ter aquela história de ficar pedindo para alguém tirar a foto ou ainda sempre ter alguém do grupo que não aparece nas imagens.
  • Desconto para você visitar uma vinícola perto de Roma.
Confira aqui como a gente pode ajudar a organizar a sua viagem a Roma e os serviços que oferecemos.

Deixe uma resposta