Adega do Zboril

degustação de vinhos, degustação às cegas

Já falei um pouquinho sobre a gente, mas não contei com detalhes como é a nossa relação com o vinho. E é algo bem interessante. Quando começamos a namorar, o Fê ainda não tomava vinho. Muito menos eu. Nunca fui muito de beber, ainda mais coisas que não eram docinhas. Mas comecei com caipirinha de sakê (bem suquinho), depois fui pra cerveja de trigo, depois pra chopp… até chegar no vinho. Que era do tipo doce, daqueles de mesa.

O Fê trabalha para uma agência de notícias de rádio. E, não me lembro em qual ano, ele foi convidado a ir para o Rio Grande do Sul conhecer algumas vinícolas nacionais, em um workshop. Acho que ele até podia gostar de vinho antes, mas aquele momento foi o grande start de tudo pra ele.

degustação de vinho
Em uma das visitas que ele fez no workshop de 2011

Ele saiu de lá encantado com esse universo. Querendo aprender mais e mais. Tanto é que, de lá pra cá, ele já fez quatro cursos diferentes, participou de diversas degustações e criou até um blog, o Adega do Zboril (cujo conteúdo estamos trazendo aos poucos na seção que leva o mesmo nome, aqui no LÁ EM CASA).

Paralelamente, ele sempre tentou me “converter”. Mas confesso que foi bastante difícil pra mim. Mas foi engraçado porque, aos poucos, eu fui me acostumando. E não sei… meu paladar foi mudando.

Eu fui pro demi-sec, pro moscatel até conseguir tomar um vinho de fato seco. Muito maluco pra quem gostava de coisas do tipo suquinho.

Nós fomos aos poucos mesmo. Nós, como casal. Ele, como participava de muitas degustações e eventos, acabou apurando o paladar muito mais rápido. Adquiriu litragem, ele diria. Eu, não. Foi taça a taça. Garrafa por garrafa. Aprendendo o que gosto e o que não gosto. Ou talvez o que eu prefira. Se é que seja possível falar isso. Ele diria que não. Mas estou evoluindo.

degustação de vinhos, degustação às cegas
O Fe participando de uma degustação às cegas em 2011

Por exemplo, não sei comprar vinho sozinha. Mas me prometi que iria aprender junto com o desenrolar do blog. Um motivo a mais para escrevermos sempre. E nada mais delicioso e integrador que o universo do vinho, não? Com comida, então, melhor ainda.

Uma outra coisa que deixa a nossa experiência muito mais legal são as viagens. Viajamos uma vez por ano para o exterior. Uma promessa que temos há alguns anos (desde que foi possível cumpri-la. Na verdade, desde a primeira vez que conseguimos viajar pela primeira vez). Nossas viagens são sempre regadas a muito vinho. Podemos economizar em tudo, mas no vinho, não dá. Gostamos de visitar vinícolas, ir aos supermercados locais. Abrir uma garrafa durante a noite em um hotel ou em um terraço sob a luz da lua. Quer algo mais incrivelmente gostoso que isso?

Cousiño Macue, vinícola Chile, vinhedo
A gente durante uma visita à Cousiño Macul (Chile, 2015)

E temos tantos amigos que pedem ajuda. Tantos! Então por que não ajudá-los de um jeito mais fácil? Ajudando a escolher, falando sobre nossas experiências, com dicas de harmonização, contando o acompanhamento de cada vinho. E deixando tudo isso ainda disponível. Com fácil acesso a quem quiser, a qualquer hora. Assim, eu também aprendo. Nós nos divertimos. E ainda facilitamos a vida de quem precisa de alguma dica. Ou quer simplesmente matar o tempo. Quer melhor?

The following two tabs change content below.

Felipe Zboril

Jornalista, de rádio e TV, pós-graduado em jornalismo e teorias da comunicação. Casado com a Chris. Gosta de cozinhar e experimentar vinhos diferentes. Se puder fazer isso em um jantar em casa, melhor ainda. Já teve um blog de vinhos, um hobby que acabou virando coisa séria! Resolveu dar um tempo e agora, quase quatro anos depois, volta a escrever sobre o assunto.

Organize sua viagem para Roma com os serviços do Lá em casa tem vinho 

Desde que eu e o Fê viemos para Roma, resolvemos transformar este blog em um espaço em que pudéssemos dividir as nossas experiências. Diariamente, vamos conhecendo a cidade, aprendendo a viver nela e também mostrando aqui para você. E assim, compartilhando o que a gente vê por aqui, queremos fazer da nossa nova casa, a sua também. Além das dicas e de tudo o que postamos aqui no blog, resolvemos também ir atrás de parceiros que podem ajudar a transformar a sua viagem em uma experiência mais tranquila. A partir de agora, o LÁ EM CASA TEM VINHO te ajuda também a organizar a sua viagem para Roma.

E como a gente pode te ajudar a organizar sua viagem para Roma?

Estamos pensando em diversos aspectos. Mas queremos te oferecer possibilidades de buscar todos os produtos e serviços em um só lugar.
  • Você pode buscar a melhor tarifa de hospedagem seu hotel com nosso parceiro Booking.
  • Busca passagens de trem (e viaja de uma cidade a outra) com a nossa parceira RailEurope.
  • Reservar o seu transfer do aeroporto de Fiumicino (Leonardo da Vinci) ou Ciampino ao Termini e do Termini aos aeroportos com a Terravision.
  • Faz a cotação de seu seguro de viagem, obrigatório para quem visita diversos países europeus, signatários do Tratado de Schengen - inclusive a Itália, com o nosso parceiro SegurosPromo.
  • Compra os ingressos de todos os seus passeios antecipadamente, já se programando e evitando filas, com nosso parceiros GetYourGuide.
  • Podemos ainda acompanhar um dia de passeio e fazer fotos de você e seu grupo. Assim, não vai ter aquela história de ficar pedindo para alguém tirar a foto ou ainda sempre ter alguém do grupo que não aparece nas imagens.
  • Desconto para você visitar uma vinícola perto de Roma.
Confira aqui como a gente pode ajudar a organizar a sua viagem a Roma e os serviços que oferecemos.

Deixe uma resposta