10 acessórios para vinhos (e para que servem)

acessórios para vinho

Uma lista com 10 acessórios para vinhos que são legais para quem está vai se aventurar nesse universo e quer compreender melhor como ele funciona. 

É muito engraçado quando você começa a se envolver com alguma coisa e fica todo empolgado. Seus olhos começam só a parar nas coisas daquele determinado tema. Tipo quando você quer trocar de carro e começa a aparecer na rua só aquele modelo em que você está de olho.

Com a gente foi assim com a história do bolo (aos poucos, em casa tinha um monte de coisa! Quase uma confeitaria…). E foi também com o vinho.

Acessórios para vinho: os essenciais

Quando a gente se casou, nossa casa era super completa em relação a acessórios para vinho. Mas quando nos mudamos, resolvemos que era hora de reduzir tudo um pouco. Na nossa nova casa, aqui em Roma, a gente não tem muitos acessórios. Só aqueles que a gente acha que são bem fundamentais. Primeiro porque não tem onde guardar. Segundo porque a gente não sabe exatamente o que vai acontecer… por isso não dá nem pra trazer do Brasil, nem pra comprar aqui…

Pra quem está iniciando no universo do vinho, acho que é legal saber alguns acessórios que são legais de ter. Por isso, resolvemos listá-los aqui. E contar um pouco as funções.

#1 Taças de cristal

Pode parecer chatice, mas vinho tem que ser tomado em taça de cristal. A diferença entre o cristal e o vidro está na presença do chumbo na composição do material. O chumbo traz mais leveza pro produto e faz com que a espessura seja, inclusive, mais fina.

Existem centenas de modelos diferentes de taças. Cada um desenvolvido para levar a melhor experiência do vinho pra você, realçando cores, sabores e aromas.

Não, não é chatice… eu até pensava assim. Mas hoje tenho que concordar. Você enxerga os detalhes, as cores, as lágrimas (as gotinhas que parecem escorrer dentro da taça, já reparou?). Até o sabor eu acho que é outro.

E há taças específicas para cada tipo de vinho. Lógico que não dá, para uma pessoa normal, respeitar todas as regras quanto às taças. Mas dá para ter um conjunto básico, com taças específicas para aqueles vinhos que você consome mais.

Se você tem um jogo de taças em casa (aquele que a gente ganha de presente de casamento, mas que fica lá em cima, guardado no armário), lembre-se disso aqui: a taça de água é a maior; a de vinho tinto, a do meio, mais bojudinha; a de vinho branco é a menor. Depois temos a pequenininha, que pode ser de vários jeitos, que é a de licor. E, por fim, a de espumante, tipo flauta, mais compridinha.

As nossas ficavam lindamente guardadas em uma cristaleira. Hoje em dia, temos apenas taças para vinho tinto aqui.

jogo de taças, acessórios para vinhos
Conjunto de taça Bohemia. Da esquerda para a direita: (1) taça para espumante, (2) taça para água, (3) taça para vinho tinto, (4) taça para vinho branco e (5) taça para vinhos licorosos. (Imagem: divulgação) 

#2 (Um bom) saca-rolhas

O saca-rolhas é tudo. Existem de diversos modelos, dos mais simples aos mais invocados, elétricos, automáticos, enfim. Já tivemos um desses automáticos. Já tivemos daquele que tem duas asas laterais. Ganhei uma vez um que é do modelo simples (que tem que ser muito craque pra abrir), mas o que a gente gosta mesmo é o modelo tradicional, de dois tempos. O ideal é comprar de alguma marca boa, e se for comprar em loja física, ver se é resistente.

Quando fomos pra Argentina, comprei na Morph um saca-rolhas que era a coisa mais fofa do mundo, com um periquito meio que pintado na ponta (parece mesmo). Mas ele era tão fraquinho que abriu duas garrafas (sem brincadeira!). Por isso, a dica é: não vá apenas pelo design.

Temos também um que compramos em nosso primeiro dia em Paris, que já nos acompanhou em algumas viagens, que é bonzinho. Mas o do Fe é o que mais gostamos, da marca Vacu Vin.

saca rolhas, acessórios para vinhos
Da esquerda para a direita: saca-rolhas elétrico Cuisinart, saca-rolhas de dois tempos Vacu vin, saca-rolhas simples Resolve, saca-rolhas Brinox e saca-rolhas alavanca horizontal Vacu Vin. (Imagens: divulgação) 

#3 Bomba para retirada de ar

Essa a gente trouxe pra nossa mudança. É um conjunto de bomba com rolhas de borracha. Serve para retirar o ar da garrafa antes de guardar e, com isso, ela conserva mais tempo na geladeira (dá pra guardar por uma semana mais ou menos). Excelente pra quem quer beber uma tacinha ocasionalmente e não quer perder dinheiro ou desperdiçar vinho. Novamente a marca da nossa é Vacu Vin. Mas existem modelos e marcas diferentes. O importante é a retirada do ar.

bomba para retirada de ar, acessórios para vinhos
Bomba passa retirada de ar Vacu vin. (Imagem: divulgação)

#4 Corta-gotas e salva-gotas

O corta-gotas serve para a hora de servir. Para que não fique escorrendo… Pode ser aquele que é uma espécie de funil ou aqueles discos (quem tem assinatura de clube de vinhos, sabe do que estamos falando?). Ele é ótimo pra quem ainda não aprendeu o truque da giradinha do pulso (que ajuda a servir sem derrubar qualquer gota).

Já o salva-gotas (aqueles aneis) serve para que as gotas não escorram pela garrafa (e cause uma bela macha na sua toalha – eu sei, a tendência é que isso aconteça sempre).

corta gotas, acessórios para vinhos
Corta-gotas da Vacu Vin. (Imagem: divulgação) 

 

 

acessórios para vinhos, corta-gotas
Salva-gotas da Prana Gourmet. (Imagem: divulgação) 

 

#5 Marcador de taças

Isso é mais pra mim do que pro Fê. Mas eu confesso que gosto muito e sempre que eu acho um bonitinho, fico tentada . Mas parei de comprar nos últimos tempos porque o Fê disse que a gente não precisa de mais marcadores. Ajuda, quando tem um monte de gente em casa, e não estamos sentadinhos à mesa, a saber de quem é cada taça. É só você decorar a cor ou formato da sua.

acessórios para vinhos, marcador de taças
Do alto, da esquerda para a direita: marcadores TokStok, Imaginarium, Umbra e Vacu Vin. (Imagens: divulgação) 

#6 Decânter

O decânter é o “vasinho” que deixa o vinho descansar, aerar. Além de separar os sedimentos (daí o nome decânter), serve para que a gente sinta melhor as características do vinho, seu gosto e aroma. Geralmente, é usado com vinhos mais velhos, que precisam separar sedimentos, ou aqueles que precisam de um tempo para abrir o Sarina, acentuar os sabores. Geralmente, são vinhos de melhor qualidade. Estão disponíveis em vidro ou cristal.

decânter, acessórios para vinhos
Decânter Etna (Imagem: divulgação) 

#7 Termômetro

Sim, temos, mas não me lembro de ter visto o Fê usando. Serve para ver se o vinho está na temperatura ideal de serviço (em geral, entre 15ºC e 18ºC para brancos e entre 7ºC e 10ºC para brancos e espumantes). Alguns mais modernosos falam até a temperatura ideal para cada tipo de vinho.

acessórios para vinhos, termômetro
De cima para baixo: termômetro Dolce Vita e termômetro LoL Utilidades. (Imagens: divulgação) 

#8 Adega

Era o brinquedo preferido do Fê, mas de fato não é muito útil para quem consome vinhos apenas ocasionalmente. Nossa primeira acha era para 16 vinhos. E ela acabou ficando pequena. Na nossa última, antes da mudança, cabiam 31 garrafas e era possível controlar duas temperaturas diferentes, uma para brancos, outra para tintos (que a gente mantinha em 8 e 16 graus, respectivamente).

adega
Adega Brastemp para 31 garrafas – igual à que a gente tinha em casa (Imagem: divulgação). 

#9 Embalagem de neoprene individual para transporte

Nós temos duas e já usamos muito. Elas são ótimas pra quando você vai pra casa de alguém e quer levar um vinho que você tirou da adega (ou da geladeira, vai!). Facilita o transporte e ainda ajuda a manter a temperatura do vinho.

acessórios vinhos
Porta garrafa em neoprene Papel Kraft (Imagem: divulgação) 

# 10 Balde de gelo

Ótimo pra usar no caso de espumantes e vinho branco, principalmente quando a temperatura do lugar não ajuda.

acessórios para vinhos
Balde de gelo transparente Kenya (Imagem: divulgação) 

#11 (Extra) Recipiente para colocar as rolhas

É o último da lista porque não é essencial, mas muito importante para as recordações. Em casa, tínhamos três vidros (que ficaram guardadinhos na casa da sogra). Mas aqui tem uma regra: só valem os vinhos tomados por nós dois. Assim eles ganham um significado maior. Aqui em Roma, a gente ainda não tem onde colocar. Elas estão guardadas em uma gaveta.

Se você não quiser um vidro, hoje em dia tem várias opções, como aqueles quadros que você coloca na parede. Meu sonho de consumo (mas me falta parede para tanto)!

Claro que tem muitos outros, como o aerador, o cortador de lacre, a tampa pra conservação (que ajuda quando não se tem a bomba para retirada de ar), a maleta com espaço para taças e vinhos (muito legal para transportar, mas não sei se o valor compensa o crime), a adega sem ser climatizada (que também ajuda caso você não queira investir em uma elétrica, já que mantém os vinhos deitados. Ajuda bem, principalmente no fim do ano, quando a gente compra – e consome – mais vinhos).

Fora todos os livros, enciclopédias, revistas, caderninhos para anotação e essas coisas que têm seu público. Mas esses que a gente citou acabam sendo os mais usados.

E você, tem algum acessório para vinhos que acha essencial? Qual o seu preferido?

The following two tabs change content below.

chris_samira

Produtora de conteúdo desde 2002. Adora listas, chocolate, viajar e da canina Lili, além do Fe, com quem é casada há quatro anos. É especialista em "jogar no Google" e acha que vinho é uma questão de gosto pessoal (até porque não entende nada do assunto - só de beber mesmo). Vive indecisa quanto ao que deve fazer. Mas não acha que isso seja um problema.

Organize sua viagem para Roma com os serviços do Lá em casa tem vinho 

Desde que eu e o Fê viemos para Roma, resolvemos transformar este blog em um espaço em que pudéssemos dividir as nossas experiências. Diariamente, vamos conhecendo a cidade, aprendendo a viver nela e também mostrando aqui para você. E assim, compartilhando o que a gente vê por aqui, queremos fazer da nossa nova casa, a sua também. Além das dicas e de tudo o que postamos aqui no blog, resolvemos também ir atrás de parceiros que podem ajudar a transformar a sua viagem em uma experiência mais tranquila. A partir de agora, o LÁ EM CASA TEM VINHO te ajuda também a organizar a sua viagem para Roma.

E como a gente pode te ajudar a organizar sua viagem para Roma?

Estamos pensando em diversos aspectos. Mas queremos te oferecer possibilidades de buscar todos os produtos e serviços em um só lugar.
  • Você pode buscar a melhor tarifa de hospedagem seu hotel com nosso parceiro Booking.
  • Busca passagens de trem (e viaja de uma cidade a outra) com a nossa parceira RailEurope.
  • Reservar o seu transfer do aeroporto de Fiumicino (Leonardo da Vinci) ou Ciampino ao Termini e do Termini aos aeroportos com a Terravision.
  • Faz a cotação de seu seguro de viagem, obrigatório para quem visita diversos países europeus, signatários do Tratado de Schengen - inclusive a Itália, com o nosso parceiro SegurosPromo.
  • Compra os ingressos de todos os seus passeios antecipadamente, já se programando e evitando filas, com nosso parceiros GetYourGuide.
  • Podemos ainda acompanhar um dia de passeio e fazer fotos de você e seu grupo. Assim, não vai ter aquela história de ficar pedindo para alguém tirar a foto ou ainda sempre ter alguém do grupo que não aparece nas imagens.
  • Desconto para você visitar uma vinícola perto de Roma.
Confira aqui como a gente pode ajudar a organizar a sua viagem a Roma e os serviços que oferecemos.

Deixe uma resposta